Celebrando o amor entre o céu e o mar

celebração de casamento entre o céu e o mar

O amor está no (m)ar…

Neste ano, eu fui a muitos casamentos especiais. Um deles foi celebrado entre o céu e o mar. Teve o pôr do sol da Baía de Guanabara como cenário. Teve lua cheia. Tiveram amigos especiais como fotógrafos. Teve a irmã da noiva conduzindo a celebração. Tudo para tornar o momento ainda mais pessoal. Tudo para abençoar ainda mais a união.

Achei o que essa última falou tão bonito que pedia a ela para trazer aqui nesse post.

“Boa tarde a todos…

Pais, mães, família, grandes amigos… Que alegria vê-los todos aqui… podemos nos considerar privilegiados, somos testemunhas desse que é, certamente, um dia histórico!!!

Em meio a essa natureza exuberante… entre o céu e o mar… nos reunimos nesta tarde para celebrar o encontro e o amor da Amanda e do Gustavo. É como se a cidade viesse ao encontro da praia, a fim de ratificar aquilo que a canção muito bem expressou: “é impossível ser feliz sozinho”…

celebração de casamento ao ar livre

Arquivo pessoal

Trata-se de um encontro de almas que o destino encarregou de unir; e o tempo ensinou a maturar.

Para nós, é uma alegria indescritível e uma emoção avassaladora conduzir esta celebração…

Minha irmã cresceu, tornou-se essa mulher forte, cujas escolhas me enchem de orgulho porque, em última instância, respeitam aquilo que de melhor uma pessoa pode ter: suas crenças.

Já o Gustavo, o destino fez questão de trazê-lo para esta família! Em 2007 quando passou alguns dias em Franca, jamais poderíamos imaginar que você fosse estar tão perto de nós e, especialmente, que formaria, com a minha irmã, uma família. É bom lembrar, que em Franca praticamente não ouvimos sua voz, mas sua foto no mural era a prova de que aquele encontro era o primeiro de muitos.

É por isso, que hoje, os noivos nos outorgaram o “poder” de transmitir algumas palavras, mas, principalmente, de reunir nossas energias e preces em direção a eles, nesse dia em que seus corações transbordam com o mais nobre dos sentimentos: o amor.

celebração de casamento entre o céu e o mar

Os noivos e a Carol, irmã da noiva – Foto de Fabio Duarte

Um amor genuíno, que superou tantos obstáculos para que hoje fosse reconhecido e celebrado. O que dizer da distância física? Imaginem vocês que esse casal lindo ficou mais tempo separado do que junto… São sete anos juntos, destes 3 foram namorando a 418km de distância!!!! Haja paciência, hein….kkkk

O que explica tanto empenho em manter-se unidos: o Amor e a certeza de que eles se completam que nem “feijão com arroz”…

e todo mundo diz que ele completa ela e vice-versa que nem feijão com arroz

Foto de @carlapilon :: Projeto de @frasenanota

Na verdade esse encontro estava escrito nas estrelas… quem diria… a Amanda essa aquariana de vanguarda, para a qual a liberdade é um valor inegociável e cujo perfeccionismo – que segundo ela, é culpa da “Lua em Virgem” – a torna pouco maleável; tinha que encontrar o Gustavo, esse pisciano mutável e perseverante, que com seu idealismo põe em xeque o senso de realidade dela, ao mesmo tempo em que ela mostra para ele que é preciso de vez em quando encontrar o chão.

A astrologia teria previsto que encontraríamos a mesma lua?

Teria!? – Guaratuba – PR – Pesia de @zizica

Um encontro entre o racional e o emocional, entre o fogo de áries (esse é o ascendente da Amanda) e a água de peixes, entre o mundo das artes e o mundo corporativo (afinal, o ascendente em Touro do Gustavo o torna um workaholic)!!!

Em compensação, a “dona Amanda” vive sempre a dizer: “como ele é lento”….kkk.  Gustavo eu te entendo… esse “povo ariano” é que ligado nos 220v…kkkk

Pois é… essa mulher vive a trocar a noite pelo dia, enquanto o Gustavo quer sempre terminar a conversa na cama…. e não pensem que isso signifique, necessariamente, “aeróbica noturna de alto impacto”….kkkk

Se a alma pisciana do noivo se inclina a discutir a relação, a alma aquariana da noiva não tem a menor paciência para uma DR sentimental… Com tantas diferenças, só posso crer que esse encontro os tornou pessoas melhores e, principalmente, deu a vocês a certeza de que o Amor é construído na diversidade, no respeito às liberdades e no querer bem ao outro acima de tudo!!!”

A entrega das alianças (ops, das plantas)

“Vocês conhecem muito bem esses noivos… especialmente, a noiva nada vanguardista, por isso, nesse momento eles vão trocas plantas ao invés de alianças, não por que não vejam na aliança um sinal infinito do seu Amor; mas porque pretendem eternizar de maneira distinta este símbolo, bem como, pretendem garantir vida plena a esta planta, assim como desejam que o sentimento que os une hoje também seja pleno e tenha vida longa.

Que o Amor de vocês seja eterno enquanto dure e que a vida seja plena como vocês sonharam.”

 

Camila Cacau

Apaixonada por Marketing e Comunicação. Acredita nas pessoas, nas amizades e em um mundo mais colaborativo. Gosta das boas reuniões com a família e os amigos e de andar pelo mundo afora. Tem entre suas paixões compartilhar poesia de rua no @vozesdacidade e conhecer novas realidades e pessoas interessantes. Acredita que a realidade é o melhor lugar para sonhar!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *